Vereador Dr. Alencar quer informações sobre transição para sistema digital no Município

 

O vereador Dr. Alencar Faleiros apresentou um requerimento na Câmara de Varginha solicitando ao Senhor Prefeito Municipal, à Secretária Municipal de Educação, ao Secretário Municipal de Indústria e Tecnologia e ao Secretário Municipal de Agricultura e Pecuária informações a respeito do processo de transformação do mundo analógico ao digital no município.

Verificando-se a importância de acompanhar os avanços tecnológicos, o vereador requer informações a respeito do processo de digitalização para atendimento aos cidadãos, o preparo dos alunos para que compreendam essa nova linguagem e estejam preparados para o mercado de trabalho. “É necessário saber se o Município está preparado para essa nova tecnologia e se há previsão para o oferecimento de cursos de atualização ao comércio e empresas, assim como, se existe a possibilidade de criação de uma secretaria no Município, responsável por tais procedimentos”, explicou o vereador.

Segundo um estudo apresentado, os próximos anos estarão marcados pelo processo de transformação digital, motivo pelo qual o Vereador José de Alencar Santana Faleiros afirma que Varginha deve acompanhar tal transição, tendo de tudo para estar à frente nesse processo.

 

Confira o resultado do processo seletivo para estágio

A Câmara Municipal de Varginha divulga o resultado final do processo seletivo para formação de cadastro de reserva para estágio no Legislativo.

Os resultados obtidos após as realizações das fases do processo seletivo podem ser conferidos aqui.

Como já havia sido explicado, as vagas são para cadastro de reserva e a Câmara entrará em contato com os aprovados de acordo com a demanda para cada área.

Mais informações podem ser obtidas com Robson, pelo telefone: 3219-4757.

 

Câmara de Varginha promove audiência pública para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias

 

Na próxima quarta-feira (03), às 16h, a Câmara Municipal de Varginha promove audiência pública para avaliar e discutir as diretrizes para a elaboração e execução da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO – do Município de Varginha para o exercício do ano de 2018.

A audiência será no plenário da Câmara de Varginha e contará com a presença de vereadores e do secretário municipal da Fazenda, Wadson Camargo, que poderá responder às dúvidas dos persentes.

Qualquer pessoa interessada pode participar. Basta comparecer na Câmara, na próxima quarta-feira (3), às 16h.

Curso gratuito de Cerimonial Público reúne profissionais de seis cidades do Sul de Minas em Varginha

 

Jornalistas, profissionais da área de eventos, estudantes, assessores de parlamentares e demais profissionais participaram, na última quarta-feira (26) do Curso de Cerimonial Público promovido pela Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Varginha.

O curso, gratuito, durou o dia inteiro e foi realizado no plenário da Casa e contou com a presença de participantes de Varginha, Elói Mendes, Nepomuceno, Três Pontas, Três Corações e Poços de Caldas.

Ministrado pela professora Dayse Mara Lima de Paula, servidora da Gerência de Cerimonial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o curso contou com abordagens sobre conceito do cerimonial, a importância do cerimonial no serviço público, perfil e postura do profissional de cerimonial e eventos, além de ensinamentos sobre símbolos nacionais, pronunciamentos, composição de mesa e outros conteúdos.

O presidente da Câmara, vereador Zacarias Piva, acredita que promover essa capacitação, de forma gratuita, promove a melhoria da qualidade da prestação do serviço público. “O servidor público merece ser motivado e estar aprendendo constantemente, pois atendemos o cliente mais importante de todos, que é o povo. Esse curso ajudou a aprimorar ainda mais os conhecimentos dos nossos servidores e de outros profissionais e isso é muito positivo”, disse o presidente.

Ao final do curso, os participantes receberam o certificado da Escola do Legislativo.

Moção de Repúdio contra Reforma da Previdência é aprovada na Câmara de Varginha

O texto é de autoria do vereador Delegado Celso Ávila

 

Foi aprovada na última segunda-feira (24), na Câmara Municipal de Varginha, uma Moção de Repúdio contra a PEC 287/2016, que trata da Reforma da Previdência. A moção, apresentada pelo vereador Delegado Celso Ávila, agora será encaminhada para o Presidente da República, Presidente do Senado Federal, Presidente da Câmara dos Deputados, Governador do Estado de Minas Gerais, Deputados Federais de Minas Gerais, Deputados Estaduais de Minas Gerais, Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Prefeito Municipal de Varginha e ao Diretor Presidente do Inprev - Instituto de Previdência do Município de Varginha.

 

"Essa iniciativa representa a vontade da sociedade, que tem demonstrado toda a sua indignação quanto à atitude do Governo Federal. Aqui em Varginha mesmo, a Câmara já realizou uma audiência pública onde pudemos constatar que todas as pessoas presentes são contra essa reforma. Essa moção é uma maneira do Governo Federal “ouvir” a opinião do povo varginhense sobre este assunto", afirma o vereador.

 

Delegado Celso reforçou que é essencial que as mudanças sejam discutidas com os segmentos representativos das mais diversas classes. “É inaceitável que a Reforma seja encampada pelo Governo Federal, apenas sob o único enfoque da crise econômica, sem as discussões necessárias acerca de seus aspectos jurídicos e sociais. Temos entidades sérias, como a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB – e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – que já se manifestaram contra a proposta, mas que em nenhum momento foram consultadas. Não se pode mexer nos direitos dos trabalhadores dessa maneira unilateral”, explica Delegado Celso.

Cópia da Moção, juntamente com a ata da audiência pública e um abaixo-assinado de pessoas contrárias à reforma já estão sendo encaminhados aos destinatários solicitados pelo vereador.

Câmara de Varginha reduz seu orçamento em R$ 1 milhão e meio para auxiliar a saúde pública

 

O presidente da Câmara de Varginha, vereador Zacarias Piva, com a anuência dos demais vereadores, decidiu reduzir em R$ 1,5 milhão o orçamento vigente do Legislativo. Ao invés de fazer o que é de praxe, que é devolver o que restou das despesas apenas no final do ano, o presidente determinou que parte do orçamento seja reduzindo imediatamente, dando a oportunidade da Prefeitura destinar esse valor a área da saúde, que tem sofrido tanto com os recursos insuficientes. “Diante das dificuldades dos cofres públicos do nosso Município e da situação financeira calamitosa que o Hospital Regional da nossa cidade passa, decidi consultar os demais vereadores e com a aprovação deles, a Câmara de Varginha entendeu por bem reduzir o orçamento que está em vigor, economizando esse recurso público e deixando que ele seja investido na área da saúde”, explicou o presidente, Zacarias Piva.

Tecnicamente a Câmara não pode pegar essa verba e encaminhar para o Hospital Regional do Sul de Minas, nem para qualquer outra área necessitada. O que pode ser feito é abrir mão do repasse e aí a Prefeitura decide o que será feito com o dinheiro. “Contamos com a sensibilidade do nosso prefeito e em comum acordo definimos que o orçamento reduzido da Câmara serviria para atender o Hospital Regional que tem encontrado dificuldades para manter suas despesas. Esperamos que essa verba ajude a salvar vidas”, disse Zacarias.

O presidente ainda reforçou que com o planejamento que está sendo executado pela Câmara de Varginha, será possível economizar ainda mais e no final do ano mais um montante será devolvido ao Executivo.

Já foi enviado ofício ao prefeito solicitando a referida redução e já está na Câmara o Projeto de Lei 21/2017, que concede subvenção social ao Hospital Regional.

 

 

Siga-nos no Twitter!!

Precisando de orientações?

Nossa equipe está disponível de segunda à sexta,
as 8h às 18h para auxiliá-lo(a).

- Pça. Governador Benedito Valadares, Centro
  37002-020, Varginha - MG

- 35 3219 4757

 

Perguntas Frequentes

JoomShaper