Alferes José Maximiano
2º Presidente
1884 e 1885

Alferes José Maximiano Baptista exerceu por muito tempo as atividades comerciais (armarinhos) em Varginha, profissão que lhe dava oportunidade de conviver com grande número de pessoas e lhe permitiu formar um círculo de amizades que nos dá a liberdade de afirmar que foi um dos homens mais estimados em nossa terra, pela sua mansuetude e grandeza de alma. Casou-se em primeiras núpcias que pouco durou, pois sua esposa veio a falecer, sem mesmo deixar filhos. Casou-se em segundas núpcias com D. Maria Cândida de Paiva, ele com 40 anos e ela com 12 anos, época em que brincava de bonecas. Desde o 2o casamento deixou 8 filhos: Francisca Baptista de Paiva, José Maximiano Baptista, Maria Cândida de Paiva, Joaquim Baptista de Paiva, Antônio Baptista de Paiva, João Baptista de Paiva. Alferes José Maximiano Baptista muito fez por Varginha, pois além de muito competente encontrou os cofres públicos em boa situação deixada pelo seu antecessor. Foi designado para participar da "Guerra do Paraguai", porém voltou da metade do caminho, pois, chegara a notícia do fim da guerra.

O 31o Prefeito de Varginha, José de Rezende Paiv,a era seu neto, que também fez uma ótima administração cujas mostras deleitam os olhos dos Varginhenses, como a majestosa praça "José de Rezende Paiva". Seu outro neto, Newton de Paiva Ferreira, foi dono do colégio "Anchieta" de Belo Horizonte, escola de grande renome, responsável pela formação de grande número de mineiros.

Siga-nos no Twitter!!

Precisando de orientações?

Nossa equipe está disponível de segunda à sexta,
as 8h às 18h para auxiliá-lo(a).

- Pça. Governador Benedito Valadares, Centro
  37002-020, Varginha - MG

- 35 3219 4757

JoomShaper